Abrigo Animal

Ajude o Gatil

Precisamos de Remédios

O gatil do Abrigo Animal precisa de ajuda para custear o tratamento de gatinhos que foram maltratados, abandonados ou atropelados. Precisamos de medicamentos, radiografias, tratamento veterinário e ração.

Se você quiser nos ajudar com medicamentos, precisamos muito de:

  • Flotril 50 mg (enrofloxacina)
  • Zitrex 10 mg (azitromicina)
  • Meloxivet 10 mg
  • Prednisona 5 mg
  • Giardicid
  • Bactrim comprimidos 80 x 400
  • Bisolvon infantil - xarope
  • Antitóxico gotas (veterinário)
  • Inflamene gotas
  • Vermífugos ( Endal gatos, Drontal gatos)
  • Super C gotas
  • Pomadas para pele: Quadriderm, Cetoconazol
  • Pomadas oftálmicas : Terramicina, keravit, Epitezan
  • Soro fisiológico
  • Complemento alimentar - Lêvedo de cerveja
  • Cefalexina 250 mg supensão ou comprimido
  • Cloridrato de doxiciclina 100mg

Também precisamos de produtos de limpeza, tais como:

  • Água sanitária
  • Sacos de lixo de 50 litros
  • Desinfetante
  • Detergente
  • Sabão em pó

Os gatos por sua natureza são mais suscetíveis a problemas urinários, os gatos que estão no Abrigo Animal estão confinados no gatil, eles não se exercitam, não comem mato e só comem ração, por esse motivo não podemos alimentá-los com ração que possui muito sal em sua composição e não podemos variar muito os tipos de ração porque ocasiona diarréia e causa desidratação.

Pedimos a população que gostaria de doar ração para doar as marcas abaixo, para o gatil é preferível ganhar 500 g destas rações do que 1.0 kg de outra ração mais barata.

Se você quiser nos ajudar com ração pedimos que doem:

  • CAT CHOW (adulto ou filhote)
  • FRISKIES
  • WISKAS
  • TOP CAT

Com a sua ajuda o Abrigo pode nos salvar e também encontrar um lar para nós. "Qualquer ajuda é preciosa para quem tem pouco.”

Para ajudar o gatil entre em contato pelo e-mail contato@abrigoanimal.org.br

Fiona

Devido aos maus tratos que sofreu quando filhote a Fiona ficou mais frágil que os outros gatinhos e não conseguiu chegar a idade adulta apesar dos nossos esforços. Sabemos que ela foi para um lugar onde não existem maldades e preconceitos contra os gatos. Ficará para sempre em nossos corações a lembrança da gatinha serelepe e feliz.

Pensamos muito antes de colocar a história da Fiona aqui, pois foi algo que nos deixou chocados e tristes tamanha a crueldade. Esperamos dias melhores...

Encontramos a FIONA e seus irmãozinhos abandonados, eram 5 gatinhos iguais a ela com aproximadamente 45 dias de vida, eles foram vítimas de crueldade, não sabemos quem fez aquilo e porque fez, dois gatinhos já estavam mortos e dos três vivos só conseguimos salvar a Fiona pois era a que estava menos machucada, ela estava com um lápis no olho, a cara cheia de sangue chorava e sentia muita dor.

Hoje ela está com quase 5 meses, depois de muito tempo ela está confiando nas pessoas para deixar que façam carinho, tivemos que ter muita paciência mas está dando resultado, ela brinca como qualquer gatinho que não passou pelo que ela passou.

Para ajudar o gatil entre em contato pelo e-mail lufaga@netvision.com.br

Paloma

Essa é a história da Paloma e de muitas gatinhas de Joinville, do Brasil e do mundo, que como ela, foi parar nas mãos de donos irresponsáveis...

A Paloma estava prenha e foi abandonada, então ficou perambulando pelas ruas do bairro Ademar Garcia e provavelmente levou um chute, entrou em trabalho de parto e se refugiou na garagem de uma casa, a dona da casa viu e começou a espancar a gata com um pedaço de madeira, empurrou ela e os filhotes que nasceram para a calçada, então ela caiu dentro de um bueiro e ficou lá na água esperando a morte, o vizinho resgatou a Paloma e os gatinhos e levou para sua casa, os gatinhos não sobreviveram e a Paloma foi levada ao veterinário para cirurgia e para retirar os outros gatinhos que estavam mortos na barriga dela.

A Paloma sobreviveu mas perdeu o olhinho, ela é uma gata muito feliz pois tem comida, carinho e um lugar seguro para morar.

Esperamos que as pessoas que espancaram a Paloma e seus bebês paguem por isso. Acreditamos que o universo nos dá a resposta para todos os nossos atos. Acreditamos que o bem que fazemos voltará e o mal também...

Para ajudar o gatil entre em contato pelo e-mail lufaga@netvision.com.br

Ronald

O Ronald já foi adotado e hoje vive feliz com sua nova família.

Essa é a História do Ronald...

O Ronald era um gato que saia para namorar, seus donos tinham pena de fazer a castração nele e não queriam gastar dinheiro com isso, achavam que gato tinha que ter liberdade. Certo dia o Ronald saiu atrás de uma gata, afinal ele era um gato na flor da idade e seu instinto mandava que ele fizesse isso.

Ele, na sua ingenuidade de gato não esperava encontrar pessoas desocupadas e amargas que não gostam de animais e que se divertem vendo o sofrimento de seres que não tem como se defender, então ele foi jogado para um cachorro, no seu desespero tentou fugir e levou pauladas, alguém salvou o Ronald e nos chamou, ele estava com a perna traseira em pedaços, o rabo já estava cheio de bicheiras, o maxilar estava deslocada, o seu estado era muito feio.

Tivemos que fazer a amputação da perna e de um pedaço do rabo, agora ele está bem, mas rosna quando homens desconhecidos chegam perto dele, demorou a confiar nas pessoas novamente porque sabe o que são capazes de fazer.

Ele é o nosso gatão, não tem uma perna mas tem muito amor para dar para quem souber enxergar com os olhos do coração.

Para ajudar o gatil entre em contato pelo e-mail lufaga@netvision.com.br

Bóris

Infelizmente o nosso Bóris teve sérios problemas urinários e não conseguimos salvá-lo, acreditamos que agora ele está feliz no "gatil celestial", como fazia quando passávamos ao lado dele e ele batia apatinha em nosso braço e miava alto para pedir carinho.

Eu sou o Bóris, fui atropelado duas vezes no mesmo dia na rua Campos Sales, como eu estava quebrado fui levado ao veterinário onde meu olho teve que ser retirado e meu queixo costurado.

Todos acharam que eu não iria sobreviver tão feio era o meu estado. Mas sou um gato muito forte e estou lutando para viver, sinto muita dor, preciso comer comida mole e especial e não consigo comer sozinho.

“Qualquer ajuda é preciosa para quem tem pouco.”

Para ajudar o gatil entre em contato pelo e-mail contato@abrigoanimal.org.br.

Gatinho Machucado

O gatinho dessa história não resistiu e morreu.

Outro caso de gatinhos jogados pela janela de um carro em movimento.

Esse caso ocorreu no bairro Saguaçú, dois gatinhos foram atirados pela janela de um carro, o outro se escondeu e não foi encontrado e esse da foto se machucou demais, não consegue andar, deslocou a parte inferior da boca, não consegue comer, está internado para tentar a recuperação.

QUAL A JUSTIFICATIVA PARA ISSO?

Não podem parar o carro e simplesmente colocar no chão?

Eles são tão pequenos, não conseguem se defender de nós!!

Black

Black, foi abandonado na lanchonete de um campo de futebol, lá levava um monte de chutes, até que uma senhora vendo aquilo teve pena e o levou embora.

Naquele dia ela viu que ele estava com muita dificuldade para urinar e chorava de dor.

Foi parar no gatil do Abrigo Animal, mas não resistiu aos maus tratos e morreu.

Igor

Eu sou o Igor, fui jogado embrulhado pela janela de um carro em movimento que passou em uma avenida. Depois de um tempo eu apareci em um pátio, me arrastei com a parte da frente do meu corpo e fiquei com a barriga cheia de hematomas, na queda tive fraturas na bacia e no fêmur, por isso não consigo andar.

Fui adotado e hoje estou feliz em meu novo lar.

Bicho não se COMPRA, se ADOTA! Quem AMA não se importa com raça. Adote um VIRA-LATA!
Site por: Marlon Quandt